Notícias

E nosso orgulho trabalhar com

  1. Cadastrar, monitorar e avaliar a implementação das actividades tanto de extensão tal como de inovação através do sistema de gestão das actividade de extensão universitária e inovação (SIGEUNI);
  2. Criar e disponibilizar o banco de dados das actividades de extensão e de inovação tecnológica por unidade orgânica da UP;
  3. Criar um pacote de formação para utilização do SIGEUNI;
  4. Criar um colégio de revisores de pares (prof. Doutores) das actividades de extensão e da inovação tecnológica na UP;
  5. Organizar e monitorar o processo de revisão de pares das actividade de extensão e inovação na universidade segundo as regras editorais periódicas;
  6. Criar e divulgar o fundo das actividades de extensão e da inovação (FEUNI);
  7. Organizar e gerir o processo de candidaturas aos fundos de extensão universitária e inovação na UP;
  8. Mobilizar e apoiar as unidades orgânicas da UP para concorrer aos fundos extras, sejam eles nacionais e ou internacionais, para implementação das actividade de extensão e da inovação na UP;
  9. Receber, acomodar e alocar os projectos dos distintos parceiros da UP sejam elas empresas e ou grupos comunitários organizados;
  10. Promover o produto com marca UP, que sejam advindos das actividades de extensão e de inovação tecnológica;
  11. Premiar anualmente os docentes e discentes que estejam engajados nas actividades de extensão e da inovação na UP;
  12. Registar e patentear os produtos resultantes da extensão e inovação tecnológica produzidos da UPM;
  13. Negociar e assinar protocolos de cooperação com as empresas para a produção industrial do produto com marca UPM, resultante da inovação tecnológica;
  14. Incluir as acções de extensão universitária e da inovação tecnológica nas praticas curriculares, no modelo de crédito académico obrigatórios principalmente para a pós graduação, de acordo com a natureza de cada curso na UPM.

 

  1. Realizar levantamentos periódicos das potencialidades locais, regionais, nacionais e internacionais para implementação dos programas / actividades de extensão na comunidade e com as empresas;
  2. Desenhar e implementar projectos de intervenção nas comunidades direcionado a resolução de problemas reais identificados também pela própria comunidade;
  3. Realizar comunicações, debates, palestras para a troca de saberes sistematizados com as comunidades e empresas;
  4. Prestar serviços a comunidade como forma de promover o desenvolvimento local, regional e nacional;
  5. Implementar projectos empresariais no formato de parceria no âmbito local, regional, nacional e internacional;
  6. Criar pequenas e médias empresas nas unidades orgânicas, impulsionando o empreendedorismo e as incubadoras de negócios;
  7. Realizar feiras empresariais periódicas ao nível local, regional, nacional e internacional com intuito de promover e expor as actividades de extensão e a experiências com outras realidades;
  8. Realizar cursos técnicos de capacitação sobre gestão de programas /projectos de extensão nas unidades orgânicas, empresas e comunidades;
  9. Realizar cursos de capacitação do cidadão nas comunidades em matérias de associativismo e cooperativismo;
  10. Realizar consultorias as empresas e outras instituições com vista a impulsionar o seu desenvolvimento empresarial.